Tendências de Arquitetura para seu negócio em 2020

Atualizado: 10 de Jan de 2020


Em 2020 para o mundo da Arquitetura, o ideal é apostar em boas chances de crescimento para o seu negócio, apostando em inovação através de dicas sustentáveis a acreditando no poder de novas tecnologias.

Um bom exemplo, é a tendência mais discutida e comentada do momento: O uso de materiais recicláveis.


Ao debater sobre o tema, um dos projetos se refere a prédios que são auto-suficientes e instalações de todos os tipos que valorizam e enxergam o problema atual do planeta, sendo, portanto, uma aposta que vem ganhando notoriedade.

Atualmente; ao estipular valores ou prazos de obra, a sustentabilidade ganha uma grande visibilidade, ao redor do Brasil, pessoas andam investindo nesse método até mesmo pra ficar mais pertinho da natureza.


Mas, vamos ao artigo de hoje apresentando as tendências de Arquitetura para o ano novo!


1. Estilo industrial na arquitetura geral

Projetos desenhados e regulados por formas assimétricas na construção, podem ser tanto em edifícios residenciais como em outras infraestruturas no geral.


A ideia da junção dos elementos traz: ferro, madeira, alumínio e até plástico reciclado.

Sendo assim, as chances de redução nos custos de construção são vantajosas.


As linhas simples e ausência de elementos de superfície retratam ainda mais o estilo industrial.

2. As novas tecnologias para a construção de seu negócio

Um ótimo exemplo é o uso de drywall.


Mesmo que boa parte da população ainda não seja adepta a essa tendência, vale ressaltar que são inúmeros benefícios oferecidos por esse material.

Veja algumas das principais vantagens:

- Mais leve;

- Ocupa menos espaço;

- Oferece conforto termoacústico;

- É fácil de usar e muito prático, diminuindo o tempo de duração da obra.



De acordo com alguns dados estatísticos, países como Estados Unidos e China já estão utilizando a modelagem 3D (BIM) em construções, conseguindo evitar desperdício de materiais, diminuir custos e tempo de entrega do projeto – sem contar que permite testar ideias novas antes de seguir para processos fabris.

Outra ideia que vem criando destaque, são os projetos de 4D e 5D!


Existem também os “vidros inteligentes”, eles têm a capacidade de controlar a absorção de luz e calor com um simples toque, o que nos faz ter a certeza de que a Tecnologia e Sustentabilidade fazem um par perfeito!

Há uma nova estima de uma redução de até 25% nos gastos com iluminação e controle de temperatura.


Tintas Ecológicas, feitas a base de óleo e corantes naturais são ótimas para a saúde e meio ambiente.


E mais: controla a umidade da superfície, combatendo fungos e o mofo.


Tijolos Ecológicos, feitos de materiais variados (plásticos retirados do oceano, isopor, resíduos de construção) contribuem para projetos verdes.

3. Já ouviu falar sobre domótica e ambientes inteligentes?

Essa tendência trata-se de uma realidade mais ascendente, tanto para novos edifícios como para edifícios reabilitados.


Os sistemas automatizados estão cada vez mais em demanda para controlar a temperatura, a luz ou a segurança das residências.


Sabendo disso, um edifício inteligente oferece aos seus usuários maior conforto e reduz as contas de consumo.


A arquitetura domótica é um reflexo da consciência social para o cuidado do meio ambiente e a necessidade de consumir o direito.

4. Vamos agora para o fator de Sustentabilidade.

Essa busca por projetos sustentáveis oferece benefícios a qualquer novo empreendimento.


Já pensou sobre a redução no consumo de água e energia e a diminuição de resíduos durante a obra?

Os negócios que utilizam energia solar, reaproveitam água, para citar apenas dois itens, em breve deixarão de ser tendência, para se transformar em obrigação como cidadão perante a lei, está sabendo disso?

Não apenas pelo aspecto financeiro, mas há um reflexo altamente positivo na imagem da empresa que qualquer cliente espera ter.


E em fatores ecológicos, que bem essa iniciativa não faz para o planeta, não é mesmo?

A propagação dessa nova realidade resulta em um outro tipo de caráter de clientes, os consumidores buscam empresas que tenham certificados de sustentabilidade, demonstrando que implementam ações para conservação do planeta.


Nessa ideia, seguir normas existentes e se enquadrar para obter selos de construção sustentável será cada vez mais importante.



5. Já pensou na realidade aumentada para a visualização de um ambiente inteiro?

Imagina que antes mesmo de começar a obra, corrigindo eventuais problemas de projeto, é possível com a realidade aumentada – capacidade de colocar elementos digitais na nossa realidade, como um acabamento na parede.


Ele não existirá de verdade, mas permitirá testar qual seria o melhor acabamento para aquele espaço.


Tudo isso facilita todo o desenvolvimento do projeto e reduz as chances de erro na hora de planejar a Arquitetura de seu negócio.

Voltando para o fator tecnológico, vale acrescentar que a tecnologia, é muito mais que tendência, ela é uma grande aliada para controlar a manutenção de prédios, das luzes e dos elevadores sendo facilidade para o dia a dia, gerando redução de custos e falhas.

Em pequena escala, mas em uso, a IA (Inteligência Artificial) oferecerá múltiplas funcionalidades à construção, uma delas é ajudar a acompanhar o ciclo de trabalho de equipamentos, avisando o momento de manutenção.


A IoT (Internet das Coisas), também tem capacidade para oferecer muitas vantagens, como permitir rastrear materiais, evitando perdas e ajudando no controle de estoque.

Da elaboração do projeto ao controle da escala de funcionários, as soluções tecnológicas permitem informações ágeis, atualizadas e disponíveis em tempo real a todos os interessados – que podem acessar os dados remotamente.


É uma transformação na gestão de obras, oferecendo maior controle sobre todo o processo, evitando imprevistos e reduzindo custos.


E a tendência é que novas soluções surjam, gerando muito mais benefícios ao setor.

6. As construções Modulares

Esse novo meio, chegou para aumentar a produtividade e reduzir custos.


São edificações pré-fabricadas montadas com módulos produzidos fora do canteiro de obras e que podem ser usados para fins comerciais, residenciais e de hotelaria, por exemplo.


Vale acrescentar que o futuro já chegou na construção civil e no universo da Arquitetura, exigindo uma reflexão sobre a forma como as novas tendências influenciarão o mercado trazendo mais facilidade para o dia a dia das pessoas.

e-book-passo-a-passo.jpg
infografico-implantaçao-franquia.jpg
infografico-como-funciona-o-manual-de-ar