Saiba como evitar a inviabilidade da obra do seu negócio



Entrar no processo de análise sobre a de viabilidade de um projeto é algo padrão a ser seguido.


Portanto, é essencial permitir a garantia de que seu negócio evite a inviabilidade que, ocasionalmente, pode estar irregular.

Investimento envolve tempo, dinheiro e mão de obra, então de fato, os resultados esperados.


Ao lançar-se num novo projeto e trabalhoso sem essa rede de segurança, além de imprudente, pode significar, em longo prazo, grandes prejuízos para a sua companhia.


Ao trabalhar com ferramentas de análise completas, seu negócio estará mais seguro.


· Por que evitar a inviabilidade da obra?


Resumidamente, a análise de inviabilidade sugere que a viabilidade de um projeto consiste numa avaliação feita a partir de ferramentas e técnicas a fim de verificar a disponibilidade de recursos financeiros, físicos e oportunidades de ganhos em determinadas atividades.


A partir dessa pesquisa, é possível traçar o tempo de retorno do investimento de maneira a estimar o quanto o mesmo é válido.

Qual a Importância da Análise de Inviabilidade de um Projeto?


Como chegar a Viabilidade do mesmo?

O primeiro passo é sobre a precisão das informações.

Isso porque a análise de viabilidade exige precisão nos dados, de maneira que as respostas obtidas nas previsões se mostrem exatas ou muito próximas da realidade.


Ter esses dados em mãos é muito importante para que o projeto saia do papel.


· Verificando a viabilidade financeira, operacional e jurídica


Esse alinhamento operacional demanda um investimento, certo? Ele também exige uma determinada estrutura que permite que ele ocorra.

Diante disso, é imprescindível verificar a viabilidade financeira, operacional e, até mesmo, jurídica.


Esse último fator traz a certeza de que tudo isso está de acordo com a legislação, considerando a área de atuação, o porte da empresa, as questões trabalhistas, os tributos e a autorização dos órgãos competentes.

Vale lembrar que muitas vezes a tributação que incide sobre o produto ou serviço, ou mesmo a legislação, tornam a ideia inviável, porém, com a ajuda de especialistas é possível que sejam encontradas alternativas que façam o empreendimento valer a pena.


Por isso, leve sempre em consideração a contratação de uma empresa especializada no assunto em questão.

Um exemplo que vale ser citado dentro da análise de viabilidade é a verificação da mão de obra necessária para fazer o projeto acontecer.


De que tipo de profissional a sua empresa precisa?


Ele já está no seu quadro ou é preciso buscá-lo no mercado? Nesse segundo caso, quanto isso custará?

Essas perguntas ajudam a entender, de forma mais prática, a logística necessária para que os apontamentos da análise aconteçam da melhor maneira possível e tornem o projeto viável, ou mesmo, constate a sua inviabilidade, impedindo que ocorra o investimento sem resultados.


Exemplo para a área de franquias:

Uma empresa decide franquear as suas operações.


Para que esse projeto obtenha sucesso, é preciso uma análise de viabilidade que mostre qual o perfil ideal do franqueado, o número de unidades que a rede pretende abrir, os valores que devem ser praticados e quais os melhores locais para abri-las.

Se não houver esse tipo de estudo, dificilmente o projeto sairá do papel.


Até mesmo porque o mercado exige essas respostas.


É válido lembrar que há sempre a possibilidade de contar com a ajuda especializada para fazer essa análise de viabilidade.


Ao contar com a ajuda de consultores, o processo se torna mais prático.


Afinal, eles têm a expertise necessária para fazer esse tipo de estudo.

A análise de viabilidade não ajuda somente a entender se o investimento do projeto vale a pena.


Ela também possibilita a projeção dos possíveis resultados que poderão ser alcançados.


· Embasamento dos riscos:


Todo negócio enfrenta riscos, correto?


E se houvesse uma forma de analisar esses riscos de maneira mais profunda, podendo-se evitar muitos deles sem cair no velho conceito de tentativa e erro o tempo todo?

É exatamente isso que uma análise de viabilidade permite — examinar, mais detalhadamente, os riscos na prática, trazendo à tona um embasamento mais empírico sobre eles e reduzindo as chances do fracasso de um projeto.

Essa análise engloba vários pontos que serão detalhados nos tópicos a seguir a fim de evitar a inviabilidade da obra, como planejamento financeiro, operacional, técnico e jurídico. Continue a leitura!

1. Fazer um planejamento financeiro

A importância do planejamento financeiro é algo notório, porém, muitas empresas acabam negligenciando essa etapa, seja por autossuficiência, seja por falta de conhecimento sobre como fazê-lo.

Dentro de um estudo de viabilidade, esse é um elemento crucial.


Afinal, a partir dele, se dimensionam quais ações podem ser tomadas e como elas serão realizadas.


Além disso, ele se encaixa perfeitamente na busca por maior segurança que esse tipo de análise traz, incluindo, aqui, ter reservas financeiras para imprevistos e afins.

Uma boa análise de viabilidade engloba também a questão do longo prazo.


Na maioria das vezes, faz-se um planejamento anual ― curto prazo ―, ou por 3 ou 4 anos ― médio prazo.


Para quem almeja crescimento, é fundamental pensar a longo prazo, porque, desse modo, serão buscados os elementos necessários para que essa longevidade seja atingida.

Vale lembrar que o planejamento financeiro inclui a projeção de gastos e de receitas, o que possibilita a antecipação aos possíveis problemas financeiros, permitindo a elaboração de um plano para evitar que aconteçam na prática.


Até mesmo quando isso implicar no não investimento em um determinado projeto, seja em um negócio já existente, seja em um novo empreendimento.



2. De forma alguma permita deixar passo o planejamento eficiente!

Para que se possa fazer uma análise completa, é fundamental que haja a definição das problemáticas a serem sanadas, bem como dos objetivos esperados.


Sendo assim, dessa forma, quando se faz essa análise também se têm, ela consequentemente, resultará em melhores soluções para eventuais problemas que venham a surgir.

3. Estar seguro com a tomada de decisões é essencial.

Com certeza, a principal razão para se fazer uma análise de viabilidade de um projeto é ter segurança para dar andamento ao trabalho.


Por meio da verificação das variáveis se tem um cenário esboçado, que permite saber se há ou não vantagens aparentes em realizar determinado projeto.


Trata-se da realização de um estudo prévio que permite saber onde se está pisando.

4. Ter uma comunicação direta e com todos os colaboradores da equipe.

Os resultados da verificação realizada por essa análise podem ser usados para estabelecer uma comunicação empresarial mais efetiva com os demais colaboradores.


Uma das grandes dificuldades comunicativas dentro das médias e grandes empresas diz respeito à dificuldade que existe em fazer a disseminação das informações.

Atrás de um grande projeto há sempre o "backstage" por de trás, onde tudo deve ser feito alinhadamente para o espetáculo de fato surgir.


Ser empreendedor demanda coragem, conhecimento e, por diversas vezes, um alto investimento.


Sendo assim, considerando principalmente esse fator, é necessário se cercar de elementos que sejam capazes de trazer mais segurança ao empreendimento.


Nesse cenário, temos a análise de viabilidade para então evitar a inviabilidade do mesmo.

O procedimento de análise de viabilidade pode ser descrito como um diagnóstico de pontos estratégicos do negócio.


Dessa forma, fica mais fácil descobrir o que é viável ou não, e criar uma forma mais precisa de atuação.

e-book-passo-a-passo.jpg
infografico-implantaçao-franquia.jpg
infografico-como-funciona-o-manual-de-ar