Porque você não deve ignorar um projeto de Arquitetura integrada ao seu negócio.

Atualizado: 22 de Out de 2019




Para quem sonha em abrir um negócio físico, seja qual for o ramo, é provável que já tenha feito pesquisas sobre projetos de arquitetura.


A arquitetura está presente desde o início da obra até a sua entrega.


Infelizmente, algumas empresas deixam de lado os projetos, pois acham que não é algo tão relevante assim.


Por conta disso, muitos problemas surgem.


A infraestrutura não é adequada, a estrutura não é suficiente, o ambiente não possui nenhum tipo de estudo em relação ao conforto – enfim, não existe nenhuma projeção do futuro ou preocupação com imprevistos.


Independente do lugar, os projetos de arquitetura marcam presença de alguma forma.


Seja nas ruas, nos escritórios, nos grandes centros urbanos ou até mesmo no paisagismo de algum parque.


A arquitetura consegue elaborar diversas técnicas sem esquecer da estética.


A beleza é um fator marcante em projetos, mas não é preciso se preocupar.


Os profissionais estão aptos a moldar a estética conforme a proposta do seu negócio.


Dessa forma, nesse artigo nós vamos te explicar porque você não deve ignorar um projeto de arquitetura integrado ao seu negócio.


Acompanhe e não perca nenhuma dica:


Segurança


Em qualquer tipo de obra, a segurança é um pré-requisito.


É ela quem garante o futuro da infraestrutura do seu negócio e das pessoas que estarão presentes no espaço.


Essa segurança só pode ser planejada e cedida por profissionais qualificados.


O grande problema de não contratar arquitetos para realizar o projeto do seu negócio é que você estará colocando a segurança das pessoas em risco.


Para oportunizar bem-estar e garantia para os seus funcionários e todas as pessoas em si que visitam a sua empresa, você deve investir na melhor forma de deixá-los seguros.


Já pensou em estar em um ambiente com uma infraestrutura incorreta, sem saber o que pode acontecer no futuro?


E os imprevistos pela frente?


É assim que negócios sem projeto de arquitetura ficam.


Planejamento




Ao contratar um arquiteto para aplicar o projeto, você pode ficar tranquilo(a) em relação ao planejamento.


O orçamento é algo muito valioso na hora de montar o seu negócio.


Através do planejamento do projeto, o profissional vai te apresentar um orçamento completo e real sobre os custos necessários.


Sem um projeto, você não vai ter nenhuma base de custos oficiais.


Isso acontece porque em um projeto, todos os custos são contabilizados para melhorar a visão do cliente perante ao investimento a se feito.


Ou seja, é impossível saber o orçamento oficial sem um profissional adequado.


Dessa forma, seus gastos podem aumentar a qualquer momento.


Os gastos podem variar diariamente.


Pode estar relacionado a falta de um cronograma, falta de organização com os materiais, despreparo da mão de obra, iluminação inadequada que causa desconforto visual e dores de cabeça, móveis que atrapalham o fluxo de pessoas – enfim, são muitas variáveis.

E claro, sem incluir os imprevistos que podem acontecer.


Os arquitetos costumam fazer orçamentos com imprevistos inclusos, para o cliente ficar preparado para os acontecimentos.


Nem todos os imprevistos podem ser premeditados.


Entretanto, com experiência e acontecimento o básico pode ser previsto.


Com cronogramas, por exemplo, o profissional está ciente sobre tudo o que acontece.


Seja sobre uma rotina de trabalho, logística, horários e prazos – um bom arquiteto é organizado e focado nos serviços que está aplicando.


Infraestrutura


A infraestrutura está conectada com a segurança, como falamos no primeiro tópico.


Cada espaço requer uma infraestrutura especifica.


Cada projeto é diferente e possui suas próprias necessidades e objetivos.


Por exemplo, a parte tecnológica – é preciso de muito conhecimento para saber o que fazer perante a isso.


E claro, reconhecer quais são as propostas do seu negócio e se é adequado.


Sem um arquiteto, você não terá a infraestrutura que precisa ou que é segura.


Esse profissional tem a função de detectar falhas e resolver as mesmas,

descobrir o que é correto para utilização, pesquisar e a analisar o ambiente, organizar estratégias e o plano, entre outras.


Além disso, o arquiteto elabora o projeto arquitetônico com o nível máximo de funcionalidade – para ajudar você, o seu negócio e a sua equipe.


Ambiente

Os consumidores gostam de obter uma experiência ao visitar os ambientes de negócios.


Quanto melhor a funcionalidade e flexibilidade, mais chances de voltar.


O ambiente é algo autêntico e único de cada negócio.


Quando as pessoas se sentem bem naquele espaço, elas transmitem confiança e reconhecimento para a marca.


Você já pensou no seu ambiente?


O que é possível para melhora-lo? Faça algumas perguntas simples como:


  • Qual é a proposta do meu negócio e de que forma posso mostrar isso no ambiente?

  • Qual é o diferencial do meu empreendimento?

  • Meu espaço agrega conforto e aconchego?

  • Meus clientes valorizam o meu ambiente?

  • Qual é o feedback de quem visita o meu negócio?

  • Como é a iluminação? Os clientes estão satisfeitos com ela?

  • Meu espaço tem funcionalidade?

  • Tenho planejamento em relação ao fluxo de pessoas?


Enfim, essas são apenas algumas perguntas.


Para você transformar seu ambiente em uma experiência diferente e que gere lembrança nas pessoas, você deve pensar no conceito do seu empreendimento.


E claro, essa é mais uma funcionalidade do arquiteto.


Ao lado dele, você vai explicar o que quer do seu negócio, qual é a sua proposta e o que deseja ter através disso.


Uma dica válida é: sempre esteja por perto do profissional e ciente do que ele está fazendo.


Peça para ele explicar o projeto, pergunte sobre os detalhes – quanto mais informação, cada vez mais você se integra ao projeto.


Conforto

O ambiente e o conforto são aliados – tudo é analisado e feito pensando na melhor experiência que o cliente pode ter visitando o seu negócio.


Na arquitetura, o conforto tem diversas vertentes.


Escolhemos duas delas para abordar hoje, que são: conforto térmico e conforto acústico.


Além disso, é possível unir ao conforto ambiental.


Se preocupar com o meio ambiente e a natureza é um fato nos dias de hoje.


O arquiteto que você escolher saberá te indicar qual é a melhor estratégia para resultar em conforto no seu negócio.


O profissional elabora estratégias para os menores detalhes de um ambiente, pois mesmo nas pequenas coisas é possível se diferenciar da concorrência.


Você já pensou no conforto do seu negócio?


Ou ainda é novidade para você?


Independente da sua resposta, pode ficar tranquilo(a)! Vamos explicar o que são e para que servem dentro de projetos arquitetônicos.


Conforto térmico


Esse tipo de conforto está ligado a qualidade do ar e de temperatura.


É comum que as empresas utilizem ar-condicionado para resolver o problema de temperatura – mas não é a única solução.


A ventilação natural pode ser uma alternativa, além de outras soluções arquitetônicas próprias para o espaço.


Entretanto, em relação ao ar-condicionado, é preciso ter muito cuidado e cautela.


Essa ferramenta que controla a temperatura em pouco tempo, deve ser monitorada e precisa de manutenção.


Se o seu ar-condicionado não tiver os devidos cuidados, as pessoas presentes no ambiente ficarão adoecidas.


Alguns sintomas clássicos: gripe, dores de garganta, dores de cabeça, problemas de respiração, entre outros.


Conforto acústico

Quem nunca esteve em um ambiente cheio de barulho, pessoas falando alto e móveis sendo arrastados o tempo inteiro?


Pois bem, o conforto acústico foi feito para minimizar a poluição sonora causada nesses ambientes.


Para o seu negócio, é recomendado que tenha soluções arquitetônicas para o isolamento acústico.


Você pode optar por paredes e janelas com isolamento acústico, tapetes e carpetes para evitar o barulho de sapatos e móveis, materiais próprios para bloquear a entrada de sons, entre outros.


Não hesite em aplicar essas medidas, pois poluição sonora em excesso pode trazer muitos problemas como, dores de cabeça, estresse, falta de concentração e dificuldade na produtividade.



Custo-benefício


Ao elaborar um projeto de arquitetura, seu custo-benefício é garantido.


Como explicamos no decorrer do artigo, você vai ter conhecimento sobre tudo.


Você não vai precisar se preocupar com o orçamento ou com excesso de gastos – tudo é planejado e colocado no cronograma.


Ao estar presente nas etapas do projeto, você vai estar por dentro de todas as atividades e o andamento das obras.


Há pessoas que pensam que os serviços de um arquiteto são um investimento alto.


Entretanto, se você não contratar um profissional, não terá nenhuma previsão de custos e acabará gastando ainda mais.


Conclusão

Organização e planejamento são tarefas cruciais para o sucesso do seu negócio.


Esperamos que você tenha entendido a importância de um projeto arquitetônico e as razões para não ignorar ele.


Não se esqueça de contratar arquitetos qualificados, que tenham o conhecimento necessário no ramo e compatibilidade com a sua proposta.


Profissionais de qualidade são importantes para o andamento do seu projeto ser um sucesso.


Sendo assim, esteja presente nas etapas do projeto de arquitetura.


Nada melhor do que analisar de perto os serviços que você contratou, não é?


E assim, você pode entender melhor a importância e o impacto que a arquitetura causa.


Boa sorte e bons negócios!