Obtenha melhores resultados de vendas mudando o design da sua loja.

Atualizado: 22 de Out de 2019



Ao abrir uma loja, muitos empreendedores não fazem ideia da importância de detalhes como a harmonia entre o design e o perfil da marca.


Quando falamos sobre o design, é possível encontrar a arquitetura comercial.


Se você não é do ramo, talvez esse assunto seja novidade.


No decorrer do artigo, nós vamos te passar todas as informações necessárias para você mudar o resultado de vendas da sua loja através da arquitetura.


O design vai muito além de estética e decoração.


O arquiteto, profissional qualificado para o serviço de mudar o design da sua loja, elabora um projeto arquitetônico baseado na proposta que você definiu para a sua marca.


A seguir, nós listamos alguns assuntos que rodeiam esse ramo.


Seja a sua importância, o conceito de arquitetura comercial, a experiência do consumidor, a interação do cliente com o ambiente e até mesmo elementos cruciais para a loja (como cores e iluminação).


Vamos lá?


A importância


O design faz parte da identidade visual do seu negócio.


Estamos falando de arquitetura, marketing, empreendedorismo, negócios, organização, aumento de vendas e tudo mais que esse campo pode transformar em sucesso.


Está completamente interligado com a proposta que o seu negócio carrega.


É exatamente o que você acredita, de que forma seu negócio está direcionado e como você quer que as pessoas vejam e recebam o seu empreendimento.


A arquitetura comercial tem como foco elaborar um projeto adequado, estratégico e com influências da marca.


É um trabalho e tanto.


Sendo assim, esse âmbito comercial da arquitetura não está focado apenas em um projeto bonito e estético.


Esse ramo consiste em planejar uma estratégia (de negócio, marketing ou afins) para melhorar as vendas da sua loja e atrair mais clientes para a mesma.


A experiência do consumidor

Um dos conceitos mais fortes é trazer o cliente para o seu negócio.


Não apenas com o intuito de mercado, mas de formar um relacionamento.


Atualmente, esse é o conceito que se destaca no ramo.


A arquitetura comercial usa suas técnicas para aproximar os consumidores. Confira:


  • Interatividade com o cliente


Como abordamos anteriormente, a aproximação com o cliente é o foco da estratégia.


Interagir com o cliente não é apenas mostrar os seus produtos, é conhecer o seu cliente, saber do que ele precisa e apresentar para ele a razão para adquirir o produto.


Quando você demonstra que está interessado em conhecer mais as necessidades do seu cliente, você adquire a confiança.


Em um negócio, a chave do sucesso é obter a confiabilidade dos seus consumidores, certo?!


A arquitetura comercial tem elaborado estratégias nesse aspecto.


Seja criando planos de aproximação na loja, otimizando o contato, buscando modificar o design pelas cores e iluminação, entre outros.


Como você pode ver, o aspecto principal é o foco no cliente.


Não tenha medo de se aproximar do seu consumidor para saber suas opiniões, feedbacks e dicas.


Pelo contrário, aproveite o máximo essa oportunidade!


  • Envolver o cliente


Capture o cliente pelo design da loja.


O arquiteto pode elaborar um layout totalmente interativo e adaptado para o cliente, por exemplo.


Transforme o ambiente da sua loja em uma experiência única para os visitantes da sua marca. Una a sua empresa com a sua clientela em potencial.


O cliente tem muitas chances de voltar após momentos de envolvimento e interação.


Mostre para o cliente que a presença dele é necessária ali, que completa o ciclo das suas produções.


Quando você envolve os seus consumidores, o relacionamento de empresa para com o cliente aumenta.


Você se destaca no mercado, tornando-se um grande concorrente para os negócios alheios.


Envolva a sua clientela de forma autêntica.


Como já falamos aqui no artigo, lembre-se sempre da sua proposta, das raízes do seu negócio.


Faça o cliente sentir um momento único, que só viverá na sua loja.


Portanto, concilie a mensagem que deseja passar juntamente com as suas estratégias de venda e relacionamento.


  • Apresentar o conteúdo


Uma empresa são se baseia apenas em produtos e vendas.


Ela precisa de conteúdo, como você deve imaginar.


Questione sobre o conteúdo atual da sua loja: se é adequado, se os clientes gostam e admiram, se é interativo, se desperta interesse nos clientes de forma geral.

E aí? Qual é a sua conclusão?


Se você acha que a sua loja não tem elaborado um conteúdo de qualidade, renove-o imediatamente.


Produzir conteúdo de qualidade não é a tarefa mais fácil do mundo, mas faz parte do seu empreendimento.


Você deve apresentar o melhor para os seus consumidores.


Busque pelo conhecimento relacionado a sua loja, analise de que forma as pessoas gostam de receber conteúdo e como você pode aplicar isso na sua empresa.


Um dos fatores que otimiza e torna eficaz o relacionamento com a clientela é justamente o conteúdo.


Isso aproxima as pessoas, demonstra interesse e adquire a confiança dos consumidores. Não tem erro!


Se você utiliza todas essas dicas, mas esquece do conteúdo... já sabe qual é o erro!


Parece um “detalhe”, mas pode se tornar o motivo da sua diferenciação do mercado e respectivamente o sucesso da sua loja.


  • Cores


As cores têm o poder de trazer sensações, sentimentos e emoções de forma inconsciente – apenas olhando para uma cor, você pode sentir inúmeros momentos que já viveu.


Elas são capazes de influenciar diretamente no poder de compra do cliente.


Por exemplo, se ele está caminhando próximo a sua loja, é possível que as cores que você escolheu chamem a atenção dele.


São elementos tão importantes porque se forem escolhidas de forma errada podem gerar incômodos a clientela, diminuindo assim o interesse pela loja.


Se as cores não combinam com a proposta, fica tudo sem sentido. Então, avalie alguns elementos como:


  • Qual é a proposta da minha empresa?


  • As cores que escolhi condizem com a mensagem que desejo passar para os meus clientes?


  • Como a minha clientela reage com as cores da loja?


  • O que escolhi pode incomodar a visão ou emitir sensação de desconforto em algum consumidor?


  • Eu estudei e analisei as cores para poder aplica-las no meu espaço?


Essas são algumas perguntas que você deve fazer antes de escolher as cores do seu ambiente.


Em contrapartida, se você fizer a escolha errada das cores alguns problemas podem surgir.


Fizemos uma lista para você entender melhor:


  • Cores usadas de forma incorreta não chamam atenção dos consumidores;


  • O desconforto visual pode ser causado nas pessoas;


  • Seu estabelecimento pode ser definido como um espaço confuso, que não define bem o que quer passar;


  • O conforto visual será prejudicado automaticamente. Sem esse tipo de conforto, dificilmente os clientes gostarão de ficar muito tempo na sua loja.


Como você pode ver, as cores são muito mais do que simples elementos de decoração e design.


Junto com elas, você constrói todo o espaço da sua loja de forma harmônica e facilita a experiência do cliente com o ambiente.


  • Iluminação


A iluminação é uma grande aliada das cores, mas a sua importância vai muito além.


Os arquitetos comprovam com eficiência a diferença que uma boa iluminação pode fazer em um projeto.


Em pouco tempo, ela é capaz de destacar um plano que parecia duvidoso.


E é claro que, a arquitetura comercial usa essa estratégia de maneira sábia e precisa.


O conceito atual é a iluminação em destaque. Isto é, destacar através das luzes escolhidas os produtos que estão sendo ofertados.


Quando você foca o seu produto, ele fica mais notável e até mesmo importante naquele espaço que está localizado.


As luzes chamam a atenção dos olhares que estão em volta, é um sucesso – se usadas de forma correta.


Como todas as outras estratégias, precisa de um profissional qualificado para aplica-las.


Dessa forma, somente o arquiteto especializado pode te indicar o que é melhor para a sua loja – levando em consideração o espaço, conforto, fluxo de pessoas, estrutura, infraestrutura, cores e o que mais for necessário.


Conclusão


Em qualquer loja, o cliente tem o desejo de se sentir bem e de ter uma boa experiência com os componentes que formam o espaço em questão.


Esse tipo de experiência, além de aumentar as suas vendas, faz parte do conjunto de relacionamento com o cliente.


Após essas dicas que oportunizamos no artigo, com certeza você vai prestar mais atenção no design e na arquitetura comercial do seu negócio.


São inúmeros benefícios que a preocupação com o modelo da sua loja pode te oferecer.


Entre eles, o aumento de vendas e de clientes em potencial.


Analise a sua proposta de negócio e de venda e veja se é a melhor maneira de deixar seu cliente confortável e confiável perante a sua marca.


Seja fiel a mensagem que deseja passar.


Lembre-se da essência da sua loja e o que você espera conquistar com a mesma.


E sem dúvidas, fortaleça o relacionamento com o cliente.


Dessa forma, você se aproxima dele e ainda transforma a experiência em uma interação produtiva e beneficiadora para ambos.


O profissional de arquitetura estará pronto para te ajudar em todas as questões do ramo.


Não deixe de contratar um profissional qualificado, que mostre um bom trabalho e espalhe confiança.