Como fazer um cronograma mais assertivo da sua obra

Atualizado: 25 de Jul de 2019



Planejar uma obra é essencial para quem quer obter sucesso e realizar um trabalho profissional de maneira correta.


Muitas pessoas acabam se arriscando e decidem fazer o próprio planejamento, sem a ajuda de profissionais na área.


Na verdade, é algo muito arriscado a se fazer, pois você não sabe o que pode acontecer no decorrer do projeto.


O que é o cronograma de obras?


É um planejamento feito a partir de diversas etapas.


Essas etapas são aquelas que compõe o projeto em questão, sendo divididas em categorias especificas.


O cronograma funciona como uma linha do tempo, onde lista todas as tarefas a serem feitas e entregues.


O essencial da obra, além de ser elaborada com cautela e eficiência, é ser entregue durante o prazo estabelecido.


Ninguém quer passar pelo incomodo de atrasar, por exemplo, a inauguração de um empreendimento.


Já dá para imaginar que causaria bastante estresse, não é mesmo?


O cronograma evita esses problemas.


Um dos seus focos é entregar o projeto no prazo correto, para o seu bem – incluindo credibilidade profissional e responsabilidade – e claro, de quem escolheu os serviços prestados.


Quais são os benefícios do cronograma de obra?



Ao elaborar um bom planejamento, você tem noção de cada etapa a ser seguida.


Sabe o que pode dar certo e o que pode dar errado, mas está tudo estabelecido.


O planejamento traz benefícios como:


  • Te orienta a não ter gastos excessivos;

  • Avalia todos os aspectos para não contratar mão de obra desnecessária;

  • Tem cuidado e cautela ao escolher a matéria prima, e assim, evitar desperdício;

  • E o mais importante, te priva do desperdício de tempo. Nesse desperdício, está incluído todas as outras características que foram citadas acima, pois tudo está conectado ao tempo, inclusive ao tempo para realizar corretamente o prazo de entrega. Como você pode ver, é precioso demais para desperdiçar de maneira impulsiva, né?


Ao ter essas medidas no papel, o andamento da obra fica mais fácil.


Profissionais experientes valorizam cada detalhe, pois qualquer circunstância pode fazer a diferença na hora de colocar em ação.


Se interessou pelo cronograma e deseja elaborar um para o seu empreendimento?


Pois bem, listamos algumas informações que abordam sobre as etapas desse processo. Confira nossas dicas:


Sequência de atividades


Está se questionando e não sabe como dar início ao seu cronograma?


Calma, a gente te explica!


As atividades são as primeiras decisões a serem tomadas.


São elas que vão ditar o andamento do seu projeto.


Ao iniciar o cronograma, você deve ter suas atividades estabelecidas.


Ou seja, você precisa saber exatamente o que pretende com a sua obra e só assim conseguirá seguir perfeitamente as etapas do planejamento.


Liste todas as atividades que você elaborou e classificou.


Estabeleça essas tarefas e tenha em mente se são indispensáveis para o seu projeto. Na dúvida, pergunte aos profissionais que estarão te guiando.


Analise o que é preciso para as atividades fluírem bem.


As atividades normalmente são conectadas, então crie uma sequência a ser seguida.


Não pule as atividades, dê a devida importância para essa etapa e dessa forma, você terá a organização almejada.


Se você acabar pulando uma etapa, provavelmente vai atrasar a sua obra.


Como as atividades são interligadas, é normal uma obra parar porque precisa que a etapa anterior seja concluída.


Fique de olho no seu cronograma de atividades!


Profissionais qualificados


Após decidir suas atividades, você deve escolher quem vai executa-las.


Escolher profissionais qualificados vai mudar o rumo da sua obra.

Você pode contratar profissionais medianos, mas provavelmente vai ficar com medo de acontecer algum imprevisto no decorrer do planejamento.


Bons profissionais vão te trazer a segurança e estabilidade que você precisa na hora de enfrentar um projeto.


Por isso, não se iluda com preços baixos e serviços medianos.


Os gastos podem ser mais altos com determinado profissional, mas basta fazer uma pesquisa e ver qual serviço é competente e não sai do seu orçamento.


Antes de contratar qualquer profissional, leve-o ao local para ficar ciente do espaço e da obra que vai ser elaborada.


Apresente todos os detalhes para cada profissional e especifique para ele entender o trabalho que deve ser feito.


Materiais de construção


Fatores que ajudam no sucesso da sua obra.


Faça diversas pesquisas para descobrir os materiais de construção que tem o melhor custo-benefício.


Não esqueça de pesquisar sobre a loja que você está fazendo a compra.


Analise a empresa, veja se tem boa reputação e se entrega os materiais no prazo correto.


Se a loja não dispõe de uma logística boa e acaba atrasando na entrega, provavelmente você também vai atrasar a entrega final da sua obra.


É preciso levar os pequenos fatores em consideração, se você quer que tudo seja organizado e eficiente.


Com esse planejamento, você evita gastos desnecessários, materiais caros e em excesso, materiais de qualidade duvidosa – no geral, desperdício de itens e de dinheiro.


Fatores variáveis


Existem muitas coisas que não podem ser controladas, e na sua obra não seria diferente.


Por exemplo, as chuvas acabam se tornando imprevistos.


Para isso, verifique em qual estação do ano sua obra vai ser realizada.


Se for no inverno, esteja preparado para as chuvas e guarde bem os seus materiais de construção, para não estragar e gerar mais gastos – além de, é claro, atrapalhar na sua entrega.


Outro fator variável é o atraso de entrega de materiais.


Como falamos anteriormente, você deve analisar a empresa que você está comprando os materiais.


Certifique-se de estar em contato com a empresa, pois com uma boa comunicação e relação com o cliente, você fica mais próximo dos acontecimentos e das noticiais.


Rotina de obra


Não basta apenas fazer um cronograma perfeito.


Você deve marcar presença todos os dias na sua obra, para ver como está o andamento.


Com essas visitas, você fica ciente do que está acontecendo todos os dias.


Portanto, acaba impedindo imprevistos de acontecerem.


Crie a sua rotina de obras!


Assim, você pode registrar e acompanhar o percurso da obra todos os dias da semana.


Por mais que o cronograma seja um item indispensável na hora de projetar uma obra, ele não será administrado sozinho.


Dessa forma, compareça sempre que possível.


Esteja próximo dos seus funcionários e certifique-se que tudo está no caminho correto.


Peça para a equipe ajudar no relato de obra, afinal, eles conhecem o andamento do projeto perfeitamente.


Após isso, inclua na sua rotina de obra.


Como explicamos em todas as etapas, cada uma tem sua importância e o seu lugar no cronograma.


Devem ser seguidas corretamente, mas e o que acontece se uma etapa ou um detalhe não for cumprido?


Bom, com base nesse questionamento, separamos algumas consequências que podem ocorrer com o atraso da obra:


  • Aumento de gastos

Como explicamos anteriormente, o mal funcionamento do cronograma gera gastos.


Quando você atrasa a entrega do serviço, muitos gastos vão aparecer.


A sua equipe vai trabalhar mais, e sendo assim, vai ter que ganhar mais pelo trabalho exercido.


Podem acontecer gastos com materiais, equipamentos, entre outros riscos que você corre ao atrasar a obra.


  • Equipes de trabalho


É provável que a sua equipe tenha se programado para fazer parte do seu projeto.


E dessa forma, já devem estar com outros serviços marcados.


Caso aconteça isso, a indisponibilidade da sua equipe vai gerar em muito estresse.


Você vai perder muitos funcionários e vai ter que procurar por outros.


Muitas vezes, na correria para entregar, você vai acabar cedendo e contratando uma mão de obra desqualificada, pois é o que tem disponível naquele momento.


  • Clientes


É provável que você perca muitos clientes.


Seus clientes contam com a organização, agilidade e pontualidade que você prometeu, e dessa forma, eles não vão mais conseguir confiar no seu trabalho.


Portanto, você perde clientes e respectivamente, trabalhos que serão repassados para outros profissionais pontuais.


Uma das coisas importantes entre o profissional e o cliente é a confiança.


Através da confiança, você consegue criar uma relação para com o cliente.


E se não tiver isso, a comunicação e o andamento do projeto tendem a ser prejudicados.


  • Credibilidade


E é claro, você vai perder credibilidade. Isso é uma consequência a ser esperada.


Juntamente com a confiança, a credibilidade é um fator muito importante no relacionamento com a sua clientela.


Ou seja, sua empresa pode entrar na classificação de caráter duvidoso, pois atrasa nas entregas.


  • Indenizações


No primeiro tópico, falamos que o aumento de gastos seria inevitável.


E aqui, temos mais um fator que podem dar prejuízo para o seu bolso: as indenizações.


Os clientes têm o direito de cobrarem e pedirem indenizações, seja por danos morais ou materiais.


Então, são muitos problemas que podem aparecer ao atrasar uma entrega.