Por que a arquitetura comercial pode potencializar o seu negócio?

Você já ouviu falar no termo “arquitetura comercial”? Neste post falaremos um pouquinho sobre esse assunto e mostraremos a você como ele pode influenciar e potencializar o seu negócio.


A famosa arquitetura está presente na sociedade há séculos. Sua história é longa, mas surgiu para atender às necessidades básicas do homem: construir ambientes para se proteger.


Porém, a cada nova era, novas tendências vão surgindo e, conforme as necessidades vão se alterando, a arquitetura também vai se moldando para atender à demanda.


Junto com a arquitetura vem o design de interiores, no qual o principal objetivo é unir o útil ao agradável: planejamento ou remanejamento dos componentes de um determinado ambiente para chegar na harmonização e facilitar a usabilidade do local.


Agora que você já está mais familiarizado com o assunto, explicaremos o porquê que a arquitetura comercial pode potencializar seu negócio.



Em primeiro lugar, conforme dissemos anteriormente, a arquitetura e o design de interiores buscam a harmonização do ambiente.


E, pense comigo: quando você entra em uma loja e se sente confortável, seu corpo automaticamente entende que é um lugar seguro e fica disposto a passar mais tempo no local, certo?


E sabe o que isso significa no ramo do comércio, por exemplo? Se o cliente está disposto a passar mais tempo no local, ele também está disposto a gastar mais.



É nesta parte que a arquitetura comercial se insere. Seu papel é analisar e apontar como que o seu ambiente pode ajudar no seu negócio e, pontualmente, trabalhar no problema que está impedindo seu sucesso.


Estabelecimentos como lojas, quiosques, restaurantes e outros, são seu público-alvo.


Algumas pessoas acham que a arquitetura não é necessária para o planejamento do seu

negócio, mas ela é indispensável. Aproveite para saber o porquê você não deve ignorar um projeto de arquitetura integrada ao seu negócio.


A arquitetura comercial leva em consideração muitos detalhes: o público alvo do

estabelecimento, a fachada, o layout, os espaços para circulação, a acessibilidade, cores, iluminação e, principalmente, a identidade visual da sua marca.


O arquiteto comercial vai identificar a identidade visual do seu negócio e vai trabalhar em cima disso, para criar um ambiente reconhecível, confortável e harmonizado, para melhorar a experiência do consumidor.



Você sabia que o seu negócio é afetado pela experiência do consumidor?


O que um cliente busca ao entrar em um estabelecimento? Um objeto? Um serviço?


A resposta é mais profunda: o consumidor busca uma experiência agradável. E pode

ter certeza que a experiência do consumidor influencia no seu negócio.


Podemos citar os parques da Disney, por exemplo. O principal fator que atrai o público é a magia do local.


Se você ver um personagem da Disney andando na avenida Paulista, não será tão emocionante e especial quanto vê-lo em um dos parques. E isso acontece pois toda a equipe dos parques trabalham para que a sua experiência seja inesquecível.



E o principal fator que pode fidelizar um cliente é a experiência que ele terá ao adquirir seu produto ou serviço. Uma experiência agradável pode fazer o consumidor voltar à sua loja, só pelo fato de se sentir bem.


O consumidor precisa sentir vontade de entrar e de ficar dentro da sua loja e isso também faz com que você consiga aumentar o valor do seu produto. Veja algumas dicas extras sobre como aumentar o valor do seu produto aqui.


A seguir listamos algumas ferramentas que um arquiteto comercial vai dispor para ajudar no seu negócio:


  1. Layout - Um ambiente bem desenhado, disposto de forma coerente com as intenções do seu negócio, facilita para atrair novos clientes.

  2. Circulação - O consumidor não se sente confortável ao se deparar com objetos que atrapalhem sua circulação. Portanto, a disposição dos móveis é muito importante nesse quesito.

  3. Acessibilidade - Imagina o quão decepcionante é para uma pessoa não poder acessar todos os locais do seu negócio pois possui alguma deficiência física? Todos os lugares devem ser acessíveis a todo tipo de público.

  4. Iluminação - Uma boa iluminação atrai o público também. Temos que levar em consideração o seu produto/serviço, as cores das luzes, os locais que elas serão dispostas e etc.

  5. Cores - As cores influenciam direta e indiretamente nas emoções e sentimentos do ser humano, portanto também devem ser trabalhadas no seu negócio.



Sabendo disso, já podemos concluir que o arquiteto comercial precisa ser um especialista no assunto.


Assim como os ambientes podem influenciar na experiência do consumidor, também influenciam diretamente na produtividade dos funcionários. Um ambiente adequado proporciona bem-estar e produtividade.

Isso faz com que seus funcionários fiquem mais dispostos a executar as devidas funções,

resultando em mais uma técnica para potencializar seu negócio. Aqui você pode encontrar algumas dicas sobre a harmonização do ambiente de trabalho.


Por fim, deixamos abaixo algumas dicas especiais que ajudarão você a potencializar o seu negócio.


  1. Já ouviu falar na EUROSHOP? É a maior feira do mundo que trabalha com produtos para o ramo do varejo. Dê uma olhadinha nas tendências e inspire-se para reproduzir as ideias no seu negócio.

  2. Utilize estratégias de marketing para divulgar o seu negócio e aumentar as suas vendas. O blog do Rock Content pode te ajudar nisso!

  3. Seja original, criativo e transparente! Você pode fidelizar os seus clientes através de uma linguagem clara e objetiva, sem esconder algum lado da moeda ou copiar ideias de outros negócios.

  4. Seja fiel ao seu negócio. Transforme o seu local de trabalho, invista nas estratégias de marketing e faça todas as dicas que oferecemos aqui, mas não esqueça da sua essência.


Agora que você já entendeu o porquê que a arquitetura comercial pode ajudar a potencializar o seu negócio, veja algumas dicas de reforma de espaços comerciais no nosso canal!


e-book-passo-a-passo.jpg
infografico-implantaçao-franquia.jpg
infografico-como-funciona-o-manual-de-ar