10 coisas que você precisa saber antes de abrir seu bar

Atualizado: 25 de Jul de 2019




Abrir um negócio no segmento de alimentação e bebidas é o sonho de muitas pessoas.


Para empreender nessa área é necessário ter disposição, criatividade e conhecimento do nicho que você vai escolher.


É claro que existem outros fatores como, investimento, análise de mercado, profissionais qualificados, preparo técnico, entre outros.


São muitos detalhes!


Entretanto, com o direcionamento certo, você pode empreender e abrir um bar.

Está interessado?


Então, garanto que esse artigo vai abrir sua mente e trazer inúmeras ideias para aplicar.


E por conta disso, a seguir, nós listamos as 10 coisas que você precisa saber antes de abrir seu bar:


1. Tipos de bares





Antes de qualquer coisa, você deve decidir a identidade visual do seu bar. Isto é, existem inúmeras vertentes e tipologias de bar.


Vamos te apresentar algumas:


  • Pubs

  • Bar-restaurante

  • Bar gourmet

  • Bar tradicional

  • Bar popular

  • Bar temático


Antes de decidir por qual tipo de bar você vai optar, faça um planejamento de ideias.


Por exemplo, qual é a sua proposta ao abrir um bar? Qual é o público alvo que você deseja alcançar? Qual é a localização do seu bar?


São questionamentos que fazem toda a diferença.


Por exemplo, os bares temáticos chamam muita atenção das pessoas, pois costuma ser algo diferente e inovador.


Se for um bar-restaurante, você pode atender a demanda de happy hour, comemorações, reuniões depois do trabalho.


Mas também, pode funcionar como um restaurante durante o dia.


Assim, você atrai dois públicos para o seu empreendimento.


Se você quer algo popular, os bares de bairro fazem sucesso.


Assim como, os tradicionais, também conhecidos como “botecos”.


Em todas as cidades tem pelo menos um desses.


Porém, se você aprova o conceito de bar clássico, mas tem algumas ideias sobre um ambiente mais aconchegante e com uma infraestrutura diferente, tem a opção de abrir um bar gourmet.


Com um cardápio mais elaborado, aplicando ideias inovadoras e diferentes.


E aí? Já sabe qual te agrada mais?


Cada classificação tem um conceito, então pesquise e analise qual tem mais a ver com o seu perfil e a sua proposta de negócios.


2. Cardápio




O cardápio é um fator que está conectado com o tipo de bar que você vai escolher para o seu estabelecimento.


Por exemplo, se é um bar popular, o cardápio costuma ser mais simples, até mesmo com pratos locais de cada cidade.


Se for algo mais moderno e autêntico, necessita de um cardápio elaborado e diferenciado.


Mas, no geral, o cardápio dos bares sempre contém petiscos e opções para complementar o que você pediu para beber.


Sejam drinks, cervejas, vinhos ou o que você desejar servir, o seu cardápio tem que estar de acordo em relação ao que foi proposto.


Então, o cardápio e as bebidas devem estar interligados.


Pensando nisso, fizemos uma lista de pedidos mais comuns em bares:


  • Pizzas

  • Pastéis

  • Petiscos

  • Sanduíches

  • Hambúrgueres

  • Porções individuais ou compartilhadas

  • Sequência de frios (queijos, embutidos, entre outros)

  • Pães com determinados acompanhamentos


Esses são os pedidos mais procurados pelas pessoas.


Porém, você pode adaptar o seu cardápio e colocar outros pratos autorais, ou simplesmente outras ideias.


Fique à vontade para inovar!


3. Plano de negócios


É algo muito importante na hora de abrir um empreendimento.


O plano de negócios é algo decisivo para a sua organização e sucesso.


Esse plano tem o intuito de organizar o seu planejamento e suas ideias.


Dessa forma, é feito através de um documento escrito.


Nele você vai armazenar seu projeto, colocando as informações necessárias.


O plano de negócios abre a sua mente e faz você projetar as coisas da melhor forma possível.


Muitas coisas podem fazer sentido na sua mente, mas quando se coloca no papel... às vezes, não é bem o que você pensava, né?


E é para isso que serve o plano de negócios.


Ele foi feito para te dar segurança e te livrar de problemas que podem surgir.


Afinal, se você se organizou do início ao fim, imprevistos são difíceis de aparecer. E se acontecer, você vai estar preparado.


Normalmente, o plano de negócios tem algumas características, como: analisar o mercado e os respectivos concorrentes, elaborar um plano operacional e de marketing, fazer um plano financeiro e obter noções de investimento.


Enfim, o plano de negócios é algo crucial no seu projeto.


Por isso, antes de abrir o seu bar, não perca tempo e procure um profissional para te ajudar nessa etapa.


4. Análise de mercado


Antes de abrir o seu empreendimento, você precisa analisar os negócios que já estão em funcionamento.


Faça uma pesquisa, visite os espaços, tire dúvidas – enfim, analise os seus concorrentes.


A análise de mercado vai servir como um guia para você.


Nela, você vai descobrir a precificação média dos estabelecimentos, a infraestrutura, o perfil dos consumidores, o plano de marketing utilizado.


Sendo assim, não tenha medo de ver como funciona os negócios dos seus futuros concorrentes.


E é claro, você vai ter conhecimento para se diferenciar dos seus concorrentes, e assim, construir um negócio original e que conquiste o público específico.


5. Localização





Anteriormente, falamos sobre a análise de mercado, sendo uma etapa que tem ligação com o local escolhido para abrir o seu bar.


Entretanto, a gente acha esse item tão importante que decidimos fazer um tópico apenas para ele.


Dessa forma, podemos afirmar que a localização muda todo o caminho do seu negócio.


Por exemplo, você pode ter um ótimo bar, mas se não estiver na localização correta, não vai ter público para usufruir disso.


Você deve fazer uma grande pesquisa em cima da localização.


Não é necessário ser no melhor lugar da sua cidade, mas deve ter um ponto de atenção, alguma estratégia – deve ter o público que você procura.


Afinal, de nada adianta ter um fluxo grande de pessoas próximo ao seu estabelecimento, se elas não vão frequenta-lo.


Analise o local que você gostaria de abrir seu empreendimento e veja se ele possui o que você precisa para ter sucesso e vendas.


6. Infraestrutura


A infraestrutura deve estar associada com o tipo de bar que você escolher.


Por exemplo, se é um bar com uma pegada mais popular/tradicional ou casual e moderno.


De qualquer forma, você deve valorizar a infraestrutura do espaço.


Para isso, indicamos contratar um arquiteto qualificado.


O profissional vai te guiar para projetar o espaço da forma mais versátil, bonita e estratégica possível.


Não hesite em procurar um arquiteto.


Seja para iluminação do ambiente, estudar o espaço e o fluxo de pessoas, estruturar a cozinha e o salão, trazer conforto acústico, térmico e visual.


São muitos fatores que o arquiteto pode colocar em pauta.


Sendo assim, é importante obter esse auxílio profissional na hora de abrir seu bar.


7. Equipamentos


Listamos alguns equipamentos que devem conter no seu bar:

  • Liquidificador;

  • Espremedor de frutas;

  • Coqueteleiras;

  • Prateleira para bebidas;

  • Dosadeira;

  • Geladeiras;

  • Utensílios de cozinha.


Em relação à cozinha:

  • Coifa;

  • Freezer;

  • Chapas;

  • Panelas;

  • Fritadeira;

  • Fogão industrial;

  • Forno de micro-ondas;

  • Utensílios gerais de cozinha.


8. Documentação


Muitas pessoas têm dúvidas em relação a documentação para abrir um bar.


Mas não costuma ser tão burocrático, confira com a gente quais documentos são necessários para o seu empr